quinta-feira, 25 de novembro de 2021

Atualizações aos Termos de Utilização do YouTube

 

A 5 de janeiro de 2022, vamos atualizar os nossos Termos de Utilização ("Termos") para ajudar a esclarecer e facilitar a compreensão do que esperar ao utilizar o serviço. Estas alterações não afetam a forma como utiliza o YouTube. Pode consultar um resumo das alterações e os Termos atualizados aqui.

 

Resumidamente, esta alteração inclui:

  • Maior clareza sobre o que esperar: vamos fornecer mais transparência sobre a forma como desenvolvemos, melhoramos e atualizamos o nosso serviço, incluindo mais detalhes sobre os motivos pelos quais efetuamos alterações e atualizações, e o aviso prévio que lhe fornecemos.
  • Atualizações gerais para uma legibilidade melhorada: embora os nossos Termos continuem a ser um documento legal, demos o nosso melhor para os tornar mais fáceis de compreender. Isto inclui a reorganização de algumas secções (como Suspensão e Cessação da conta) e a reformulação de outras (como Alterações ao presente Contrato).
  • A inclusão do processo de advertência por violação das regras da comunidade: a sua utilização do YouTube sempre esteve sujeita às regras da comunidade e ao respetivo processo de advertência, mas agora vamos incluir de forma explícita as informações relativas às advertências por violação das regras da comunidade nos Termos para aumentar a transparência. Não existem alterações ao funcionamento das advertências por violação das regras da comunidade ou às situações em que um canal ou um conteúdo pode receber advertências.
  • A garantia legal no Espaço Económico Europeu (EEE): vamos resumir as garantias legais que recebe ao abrigo das leis dos consumidores do EEE quando utiliza o YouTube.
  • Direitos de retratação no Espaço Económico Europeu (EEE): vamos fornecer informações acerca do direito legal dos consumidores sediados no EEE relativo à retratação dos Termos no prazo de 14 dias após a aceitação dos mesmos. Também vamos incluir uma cópia das Instruções do modelo de retratação da UE se pretender exercer esse direito.
 

Certifique-se de que lê cuidadosamente as atualizações aos Termos. Ao continuar a utilizar o YouTube após esta data, está a concordar com os Termos atualizados. Tenha em atenção que, se permitir que a sua criança utilize o YouTube Kids ou gerir a respetiva utilização no YouTube através do Family Link, deve dedicar algum tempo a falar com ela acerca destas alterações.

 

Obrigado por fazer parte da nossa comunidade global!

 

 
 

Centro de Ajuda Opções de email

 

Recebeu este email para ficar a par de alterações importantes efetuadas aos Termos de Utilização do YouTube.

 
 
© 2021 Google Ireland Limited, Gordon House, Barrow Street, Dublin 4, Ireland

terça-feira, 23 de novembro de 2021

Saiba mais acerca dos nossos Termos de Utilização atualizados

trasmontesnet@gmail.com

A 5 de janeiro de 2022, vamos efetuar algumas alterações aos nossos Termos de Utilização. Estas alterações não irão afetar a forma como utiliza os serviços Google, mas irão facilitar a sua compreensão do que esperar da Google, bem como do que esperamos de si, à medida que utiliza os nossos serviços.

Pode analisar os novos Termos aqui. Também fornecemos um resumo das principais alterações. Resumidamente, eis o que esta alteração significa para si:

  • Mais clareza sobre o que pode esperar da Google e o que esperamos de si: vamos fornecer mais exemplos para descrever a conduta de respeito mútuo que esperamos de todos os nossos utilizadores. Também vamos fornecer mais transparência sobre a forma como desenvolvemos, melhoramos e atualizamos os nossos conteúdos digitais, serviços e bens, incluindo mais detalhes sobre os motivos pelos quais efetuamos alterações e atualizações exigidas por lei, o aviso prévio que lhe fornecemos e o seu direito de retratação do seu contrato connosco.
  • Garantia legal: vamos resumir as garantias legais que recebe ao abrigo das leis dos consumidores do EEE quando utiliza os nossos conteúdos digitais, serviços e bens.
  • Direito de retratação: vamos fornecer informações sobre o seu direito legal de retratação dos Termos no prazo de 14 dias após aceitar os mesmos se for um consumidor sediado no Espaço Económico Europeu (EEE). Também vamos incluir uma cópia do Modelo de instruções de retratação da UE se pretender exercer esse direito.
  • Definições adicionais: vamos adicionar mais texto explicativo para ajudar a compreender determinados conceitos legais que utilizamos nos nossos Termos, incluindo "garantia comercial", "garantia legal" e "falta de conformidade".
  • Melhor legibilidade: embora os nossos Termos continuem a ser um documento legal, demos o nosso melhor para os tornar mais fáceis de compreender, incluindo ao reorganizar alguns tópicos para serem mais fáceis de encontrar.

Se utilizar o Family Link para gerir uma Conta Google para outras pessoas, despenda alguns minutos para falar com as mesmas acerca destas alterações.

Obrigado por utilizar a Google!

Google Ireland Limited, Gordon House, Barrow Street, Dublin 4, Irlanda

Recebeu este email para ficar a par de alterações importantes aos Termos de Utilização da Google.

sábado, 21 de janeiro de 2017

[À Descoberta de Vila Flor] Já se passaram 10 anos

É verdade, já decorrem 10 anos desde que começou a aventura À Descoberta de Vila Flor.  A data do aniversário é 3 de setembro, mas este ano não tive direito a bolo ou champanhe para a festa. Mesmo assim, sem festa e em data atrasada, não quero deixar de fazer o balanço de mais um ano decorrido.
Já vai longe o entusiasmo inicial, de percursos semanais, cada vez mais distantes, percorrendo o vales mais recônditos ou o cume dos montes. Os anos vão passando e fui-me acomodando, a "descobertas" que exigem menos esforço, mas que deixam muito a desejar no prazer da descoberta. Já há muito afastado da bicicleta, restam os percursos pedestres, com muito poucos caminhos para descobrir. A parte mais saborosa destes anos foi quando ninguém me conhecia. Fazia os percursos, vibrava com as fotografias, escrevia as reportagens como quem fazia um diário,revivendo cada metro percorrido ou cada fotografia tirada. Não esperava nada de ninguém, nem ninguém esperava nada de mim. A partir de certa altura tornei-me mais urbano e o contacto com as pessoas nem sempre é motivante para darmos mais de nós.
Com a facilidade com que se publica e se descarta a informação nas redes sociais, escrever um texto com o mínimo de coerência e estrutura torna-se uma tarefa pesada. A diferença deu-se quando comecei a escrever para os outros, mais do que para mim. A fraca frequência com que o blogue foi actualizado contrasta com o dinamismo da página do Facebook que administro, que já soma alguns milhares de seguidores. Mas não é a mesma coisa. É verdade que é no facebook que estão as pessoas, mas também é aí que tudo é volátil, descomprometido e falso, de certa forma.
Das poucas caminhadas que fiz durante um ano houve uma que merece destaque. Tratou-se de uma ida de Freixiel à Quinta do Pobre, durante o mês de março. Percorrer mais uma vez o vale da Cabreira, numa altura em que a vegetação despertava do seu sono invernal foi muito entusiasmante. As condições atmosféricas também contribuíram, com alterações significativas desde o sol à chuva "molha tolos", terminando a caminhada com um fantástico céu azul pincelado de nuvens brancas.
De 3 de setembro de 2015 a 3 de setembro de 2016 aconteceram grandes alterações na minha vida e na da minha família. Momentos delicados, uns felizes, outros nem tanto, mas que mereceram prioridade sobre a actividade de "vagabundo" fotográfico, no concelho de Vila Flor e fora dele. A prova de hoje estar aqui, a escrever, é a de que segui em frente e estou preparado para o 11.º ano, à procura de singularidades que me surpreendam, me arrepiem, que me façam sentir que vale a pena viver aqui.
À semelhança dos anos anteriores, é a altura de dar uma vista de olhos aos números.
Números do 10.ºano:
Páginas vistas - 15.117
Visitantes -  10.598
Comentários - 8
Postagens - 5
Km percorridos em BTT - 0
Km percorridos a pé -  34
Fotografias tiradas - 9.671
Fotografias publicadas -  15


Números totais (10 anos):
Páginas vistas - 771,713
Visitantes - 365.062
Comentários - 1 896
Postagens - 1 157
Km percorridos em BTT(10 anos) -  2.297
Km percorridos a pé (6 anos) -  952
Fotografias tiradas - 161.320

--
Publicada por Blogger às À Descoberta de Vila Flor a 11/01/2016 11:42:00 da tarde

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

[À Descoberta de Vila Flor] Caminhada pela Fragada

 A Junta de Freguesia de Santa Comba da Vilariça organizou no dia 29 de outubro uma caminhada, caminhada pela Fragada.
A vontade de organizar a caminhada já surgiu há algum tempo, mas só agora se reuniram as condições para a poder por no terreno. A hora não não foi a mais propícia, 15 horas de sábado, mas foi escolhida tendo em conta a realidade local, em que muitas pessoas trabalham ao sábado de manhã e também o facto de no domingo ser dia de caça.
Compareceram um pouco mais de 40 caminheiros, de todas as idades e com vontade de conhecer (ou de rever passados muitos anos) a Fragada.
O local situa-se entre a aldeia de Santa Comba da Vilariça e Bemlhevai, próximo do IP2. Tal como o nome deixa antever, trata-se de um lugar agreste, situada numa cota bastante mais alta do que Santa Comba da Vilariça e que permite uma excelente vista para o vale da Vilariça.
Aproveitou-se também a caminhada para uma sensibilização da população para o problema do cancro, uma vez que o dia 30 de Outubro ser o Dia Nacional contra o Cancro de Mama. Muitas pessoas vestiam peças de roupa brancas ou rosa e foram distribuídos balões cor-de-rosa.
 Depois de verificadas as inscrições e ser distribuída a mochila com água, uma peça de fruta e uma barrinha de cereais, o grupo partiu em direção à Fragada. A subida era íngreme, e apesar do caminho ser bastante bom, fazia muito calor e alguns sentiram alguma dificuldade.
 Diminuiu-se o ritmo para manter o grupo junto e seguiu-se em frente ouvindo as história de por quem já por ali tinha andado à cortiça, com o gado ou à caça."Andai lá ovelhinhas, cada sobreiro "bota" um Viriato", ouviu-se a certa altura. Ficamos a saber que houve tempos bem mais difíceis, tempos em que até a Fragada era importante (e guardada).
Depois de atingido o ponto mais elevado do percurso a paisagem fez esquecer o suor e a descida foi feita entre momentos de boa disposição e de contemplação. Um roco apareceu a lembrar a época dos cogumelos.
No final da caminhada o Sr. Presidente da Junta mostrou-se satisfeito com a adesão conseguida nesta primeira edição. Agradeceu a presença de todos e prometeu novas caminhadas no futuro.
O evento teve o apoio da Câmara Municipal e do Grupo Desportivo de Santa Comba da Vilariça.



--
Publicada por Blogger às À Descoberta de Vila Flor a 10/31/2016 01:41:00 da manhã

domingo, 31 de julho de 2016

[A Linha é Tua] Informação (31.07.2016)

Ainda posso caminhar na Linha do TUA?
 A parte mais selvagem, onde existem os túneis, já não pode ser percorrida. Já há troços inundados e os restantes ou são de difícil acesso, ou só podem ser percorridos com grande risco de vida.
O carris foram arrancados ao longo de 21 kms, embora só os primeiros 16 km vão ficar submersos.
O melhor percurso é ir até Brunheda (ou S. Lourenço, aldeia de Pombal), deixar aí o carro e começar a fazer o percurso descendente, até onde se conseguir. Tendo depois que se fazer o caminho inverso, para voltar ao carro.
Partindo de Brunheda podem ser percorridos, sem grandes perigos, pelo menos 11 km, o que faz 22 kms com o regresso.
Arriscando contornar o túnel da Falcoeira, pode ir-se, na melhor das hipóteses, até ao túnel das Fragas Más, que são 15,3 kms (30,6 km ida e volta).
Esta última hipótese depende do nível que as águas da albufeira já atingiram.
Há acesso à estação de Castanheiro, a pé ou com 4x4, desde a aldeia do Castanheiro e da aldeia de Tralhariz. Estes acessos pode ser usados para percursos diferentes.
Partilhem as fotografias dos percursos connosco.

Nota: as fotografias são de 19 de junho, agora (31 de julho) o nível das águas deve estar bastante mais elevado.

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 7/31/2016 11:26:00 da manhã

quarta-feira, 18 de maio de 2016

[A Linha é Tua] Informação (18.05.2016)

A última informação recebida dá conta de dois túneis atulhados: Fragas Más II (5,7 km) e Falcoeira (9,2 km). Acreditem que não é fácil contornar estes obstáculos.
Talvez o melhor percurso para se fazer neste momento seja Brunheda-Túnel da Falcoeira-Brunheda. Serão cerca de 20 km no total, com a vantagem de terminar no mesmo local (onde possivelmente se deixou a viatura).
Já fiz o percurso partindo de perto da aldeia de Paradela e descendo à linha junto da Ponte de Paradela, continuando para montante. É outra alternativa.

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 5/18/2016 11:48:00 da tarde

segunda-feira, 25 de abril de 2016

[A Linha é Tua] O último ano do Tua

Em breve, centenas de hectares agrícolas, um dos melhores rios para a prática de desportos de montanha e águas bravas da Europa e uma linha ferroviária centenária serão submersos pela Barragem de Foz Tua, uma barragem que ninguém quer, mas que todos vão pagar. Conheça as histórias de quem se prepara para perder muito mais do que terra e junte-se ao Esporão na defesa desta região em ultimoanodotua.pt. Se não for já, já não é.

Assista e partilhe estes vídeos. Ajude-nos a espalhar a mensagem sobre o vale do TUA e actue.
Envie já a carta para a UNESCO. Evite a conclusão da barragem. #savetua
http://ultimoanodotua.pt/

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 4/25/2016 07:06:00 da tarde

domingo, 24 de abril de 2016

[A Linha é Tua] A última descida do rio (Ricardo Inverno)

Esta é a história de Ricardo Inverno, presidente do Clube de Canoagem de Águas Bravas de Portugal. Como tantos outros, irá perder uma das melhores regiões para a prática de desportos de montanha e águas bravas da Europa, para que se construa a Barragem de Foz Tua, uma barragem que ninguém quer, mas que todos vão pagar.

Assista e partilhe estes vídeos. Ajude-nos a espalhar a mensagem sobre o vale do TUA e actue.
Envie já a carta para a UNESCO. Evite a conclusão da barragem. #savetua
http://ultimoanodotua.pt/

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 4/24/2016 06:59:00 da tarde

sábado, 23 de abril de 2016

[A Linha é Tua] A Última Vindima (Pedro Duarte)

Esta é a história de Pedro Duarte, viticultor na região do Tua, integrada no Alto Douro Vinhateiro, classificado como Património Mundial pela UNESCO. Como tantos outros, foi obrigado a vender hectares de vinha para que se construa a Barragem de Foz Tua, uma barragem que ninguém quer, mas que todos vão pagar.

Assista e partilhe estes vídeos. Ajude-nos a espalhar a mensagem sobre o vale do TUA e actue.
Envie já a carta para a UNESCO. Evite a conclusão da barragem. #savetua
http://ultimoanodotua.pt/

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 4/23/2016 06:57:00 da tarde

sexta-feira, 22 de abril de 2016

[A Linha é Tua] A Última Colheita (Manuel Queiroga)

Esta é a história de Manuel Queiroga, produtor agrícola na região do Tua, integrada no Alto Douro Vinhateiro, classificado como Património Mundial pela UNESCO. Como tantos outros, foi obrigado a vender o seu terreno agrícola para que se construa a Barragem de Foz Tua, uma barragem que ninguém quer, mas que todos vão pagar.

Assista e partilhe estes vídeos. Ajude-nos a espalhar a mensagem sobre o vale do TUA e actue.
Envie já a carta para a UNESCO. Evite a conclusão da barragem. #savetua
http://ultimoanodotua.pt/

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 4/22/2016 06:49:00 da tarde

quinta-feira, 21 de abril de 2016

[A Linha é Tua] A última caminhada

Assista e partilhe estes vídeos. Ajude-nos a espalhar a mensagem sobre o vale do TUA e actue. Envie já a carta para a UNESCO. Evite a conclusão da barragem. #savetua

--
Publicada por Blogger às A Linha é Tua a 4/21/2016 06:43:00 da tarde

sábado, 30 de janeiro de 2016

[À Descoberta de Alfândega da Fé] Cerejais - Porta da Misericórdia

Uma das marcas do Jubileu Extraordinário da Misericórdia é a existência das "Portas da Misericórdia". A primeira foi aberta pelo próprio Papa Francisco, em Roma, no dia 8 de dezembro seguindo-a a abertura de outras portas por todo o mundo católico.
Em Portugal serão 151 as igrejas jubilares, existindo  em cada uma porta com um simbolismo especial, capazes de conceder aos crentes indulgência plenária.
Na diocese Miranda/Bragança são 5 as Portas da Misericórdia que foram abertas nas seguintes datas:
13 de dezembro de 2015 – Catedral em Bragança; 03 de janeiro de 2016 – Concatedral em Miranda do Douro; 10 de janeiro de 2016 – Basílica do Santo Cristo em Outeiro; 17 de janeiro de 2016 – Santuário de Nossa Senhora de Balsamão e  24 de janeiro de 2016 – Santuário do Imaculado Coração de Maria em Cerejais.
A cerimónia levou largas centenas de pessoas ao Santuário dos Cerejais onde o o bispo D. José Cordeiro presidiu à cerimónia. Estavam presentes crentes do Arciprestado de Moncorvo, mas também vindos de locais mais distantes do distrito.


Cerejais - Abertura da Porta Santa
Abertura da Porta Santa do Ano da Misericórdia no Santuário de Cerejais | Diocese Bragança-Miranda Data: 24-Jan-2016Local: Cerejais, Alfândega da Fé
Publicado por Alfândega da Fé, concelho em Terça-feira, 26 de janeiro de 2016


--
Publicada por Blogger às À Descoberta de Alfândega da Fé a 1/30/2016 11:39:00 da tarde